sábado, 10 de outubro de 2015

Manuela liga pra Rebeca com permissão de Regina

Flora se emociona ao ver as coisas dos sobrinhos. A mulher sente a falta deles, mas não tem coragem de voltar para casa depois de ter fugido. Regina vai até o quarto e manda Manuela se arrumar para ir até a gravadora. A menina pergunta o motivo dela não gostar de Isabela, mas a mulher alega que é a menina que não gostou dela. Clara aconselha Rebeca a não se manter separada de Otávio, pois ele é seu ponto seguro no meio da tormenta. Frederico pede conselhos amorosos para Otávio, que diz que não sabia que ele gostava de mulher. O estilista garante que sim e que é apaixonado por Lurdinha. Dinho conta para Meire que viu uma mulher no apartamento dos irmãos Vaz. Meire diz que ele teve um contato de primeiro grau com um espírito. Dinho repete “eu vejo gente morta”. Eles acham que Flora foi assassinada pelas crianças. Fiorina convoca uma reunião onde só vão os católicos do vilarejo. Ela sugere que seja contraída uma estatura de “Nossa Senhora dos Sonhos”, padroeira do vilarejo, para proteger todos. As pessoas concordam. Regina pede para Priscila ficar de olho nas conversas de Joaquim e Isabela, que na verdade é Manuela. Raul acompanha a gravação do CD da banda. Vargas e Navarro roubam os instrumentos da banda de Manuela, no vilarejo. Rebeca vai até a On-Enterprise e vê Otávio conversando com Safira. Rebeca diz que não conseguia parar de pensar nele e que ele lhe dá forças para continuar. Os dois se beijam. Os evangélicos pedem para o pastor conversar com o padre para que a estátua não seja construída. Regina força Manuela a dizer para Raul voltar para a Europa. Em troca, ela permite que Manuela ligue para Rebeca. A mulher chora ao ouvir a voz da filha.